Gestão & Produção
https://gestaoeproducao.com/article/doi/10.1590/1806-9649.2020v28e4832
Gestão & Produção
Artigos Original

Opportunistic behavior in public bidding of agricultural products in IFSULDEMINAS - Campus Inconfidentes

Lucas Deleon Ramirio; Wagner Roberto Pereira; Juciara Nunes de Alcântara

Downloads: 0
Views: 29

Abstract

abstract: This study is based on the theory of transaction costs (TCT) to analyze the opportunistic behavior of suppliers in public purchases of agricultural products provided by the private sector. We argue that among the public purchasing modalities, the electronic auction, although using the principles of the reverse English auction and considered as a market structure governance driven by price, presents opportunistic behavior at the time of bidding by the seller, until the closing of the contract with the buyer. We analyzed the differences in price quotations and the closing price of 20 agricultural products purchased in electronic auction of public bidding processes in comparison to the bid prices and of references between the years 2014 to 2017 in the Federal Institute Sul de Minas - Campus Inconfidentes. The results show that there was a discount in the biddings between the years 2014 and 2017, since the repetition of bids in electronic auction forced the reduction of prices by the suppliers. However, it was possible to note opportunism by some agents, in the items in which the public agency under study did not fully specify the bidding product.

Keywords

Opportunism, Limited rationality, Electronic bidding

Referências

Braga E. Inovações recentes no sistema de compras do Governo Federal. 2006.

Lei nº 8.666, de 21 de Junho de 1993. Regulamenta o art. 37, inciso XXI, da Constituição Federal, institui normas para licitações e contratos da Administração Pública e dá outras providências. 1993.

Lei nº 10.520, de 17 julho de 2002. Institui, no âmbito da União, Estados, Distrito Federal e Municípios, nos termos do art. 37, inciso XXI, da Constituição Federal, modalidade de licitação denominada pregão, para aquisição de bens e serviços comuns, e dá outras providências. 2002.

Faria E. R., Ferreira M. A. M., Gonçalves M. A. Avaliação dos Riscos do Pregão Eletrônico: uma abordagem pela Teoria da Nova Economia Institucional. Revista de Ciências da Administração. 2013;15(37):211-27.

Faria E. R., Ferreira M. A. M., Santos L. M. A., Abrantes L. A. Aspectos transacionais e comportamentais dos agentes no Pregão Eletrônico: um enfoque na administração pública. Revista de Economia e Administração. 2010;9(2):151-69.

Fiani R. Teoria dos custos de transação.. Economia industrial: fundamentos teóricos e práticas no Brasil. 2013:171-81.

Fiuza E. P. S. Licitações e governança de contratos: a visão dos economistas.. Marcos Regulatórios no Brasil: É tempo de rever regras?. 2009:239-74.

Hasenclever L., Kupfer D. J. Economia industrial.. 2012.

Herrmann I. Licitações públicas no Brasil: explorando o conceito de ineficiência por desenho. Revista ADM. 1999;34(2):29-38.

Horn M. J. Political economy of public administration: institutional choice in the public sector.. 2002.

Izaac Fo N. R., Biderman C. Sistema de Compras Eletrônicas por Leilão Reverso: Estudo dos Impactos Observados na Experiência do Estado de São Paulo. 2005.

Justen Fo M. Comentários à lei de licitações e contratos administrativos. 2005.

Lamarão R. C. Os custos de transação do contrato administrativo derivado de licitação: uma incidência da teoria da imprevisão. Revista Direito em (dis)curso. 2011;4(2):11-21.

Lopes A. E. M. P. Dependência de recursos e custos de transação: rumo a um modelo convergente. Gestão & Produção. 2017;24(4):806-13.

McAfee R. P., McMillan J. Auctions and bidding. Journal of Economic Literature. 1987;25(2):699-738.

Menezes R. A., Silva R. B., Linhares A. Leilões eletrônicos reversos multiatributo: uma abordagem de decisão multicritério aplicada às compras públicas brasileiras. Revista de Administração Contemporânea. 2007;11(3):11-33.

Nóbrega M. Contratos incompletos e infraestrutura: contratos administrativos, concessões de serviços e PPPs. Revista Eletrônica de Direito Administrativo Econômico. 2009;18:1-17.

Oliveira Jr. N. J., Santos E. A. A necessidade de conhecimentos específicos para o fiel cumprimento do acompanhamento e fiscalização de contratos no âmbito da administração pública segundo o disposto no art. 67 da Lei n° 8.666/93. Revista de Administração de Roraima-RARR. 2016;6(2):500-19.

Oura M. M., Kono C. M., Rodrigues L. C., Riccio É. L. O pregão eletrônico como instrumento de controle de oportunismos no processo licitatório público. Revista de Gestão e Projetos - GeP. 2012;3(2):260-81.

Padilha A., Araújo E. C., Souza J. P. Influência das incertezas nas contratações públicas por intermédio do pregão eletrônico. Revista Brasileira de Planejamento e Desenvolvimento. 2018;7(1):67-84.

Peres U. D. Custos de transação e estrutura de governança no setor público. RBGN. 2007;9(24):15-30.

Ricci M. A. D., Nakao S. H. Um estudo sobre leilão inglês reverso, contabilidade de custos e decisões: os pregões governamentais.. 2006.

Sarto V. H. R., Almeida L. T. A teoria dos custos de transação: uma análise a partir das críticas evolucionistas. Revista Iniciativa Econômica. 2015;2(1):1-25.

Schlabitz C. J. Custo de transação e o mercado de crédito brasileiro: uma análise sob a ótica da nova economia institucional. 2008.

Silva C. A. D. A Contratação de Serviços Complexos pela Administração Pública. Revista Jurídica da Procuradoria Geral do Estado do Paraná. 2011:49-72.

Valladares No. J., Santos C. B., Torres É. M., Estrela C. BOXPLOT: um recurso gráfico para a análise e interpretação de dados quantitativos. Revista Odontológica do Brasil-central. 2017;26(78):1-6.

Vasconcelos F. Licitação Pública: análise dos aspectos relevantes do Pregão. 2005.

Williamson O. E. The economic institutions of capitalism.. 1985.

Zylbersztajn D. Papel dos contratos na coordenação agro-industrial: um olhar além dos mercados. Revista de Economia e Sociologia Rural. 2005;43(3):385-420.

607187e1a9539554f755faf4 gp Articles

Gest. Prod.

Share this page
Page Sections