Gestão & Produção
https://gestaoeproducao.com/article/doi/10.1590/1806-9649-2021v28e5727
Gestão & Produção
Artigo Original

Management of solid waste from health services according to the National Solid Waste Policy: a study conducted in the South of the Brazil

Rafael Vieira Mathias

Downloads: 0
Views: 55

Abstract

Abstract: : The management of waste from health services is considered an extremely controversial topic and widely discussed because it is mainly about contaminated materials. This study aims to analyze the waste management of health services in hospitals in a southern region of Brazil, identifying the final disposal processes, in accordance with the National Solid Waste Policy, describing the management and practices in each link of the final destination chains and estimation of the volume of post-consumer waste generated. For this, it was necessary to describe the management and practices in each link of the chains, estimate the volume of waste generated, identify the reverse logistics chains and the final destination of the post-consumer waste from the health services. In addition to evaluating the feasibility of reusing hospital waste, taking into account the technical standards and legislation present in the National Solid Waste Policy and in organizations such as the National Agency for Health Surveillance, the Brazilian Association of Technical Standards, the National Council of the Environment and the National Nuclear Energy Commission. The National Solid Waste Policy brought an information framework already contained in other norms and resolutions in force, before its publications, determining the objectives that have not yet been fully met in the investigated region.

Keywords

Waste management, Waste from health services, National solid waste policy, Reverse chain

Referências

Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais – ABRELPE. (2014). National Panorama of Solid Waste 2014. Retrieved in 2018, July 22, from http://www.abrelpe.org.download_2014.php

Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais – ABRELPE. (2018). National Panorama of Solid Waste 2018-2019. Retrieved in 2020, May 10, from http://abrelpe.org.br/download-panorama-2018-2019/

Aung, T. S., Luan, S., & Xu, Q. (2019). Application of multi-criteria-decision approach for the analysis of medical waste management systems in Myanmar. Journal of Cleaner Production, 222, 733-745. http://dx.doi.org/10.1016/j.jclepro.2019.03.049.

Brasil. (1989, 11 de julho). Lei nº 7.802, de 11 de Julho de 1989. Dispões sobre a pesquisa, a experimentação, a produção, a embalagem e rotulagem, o transporte, o armazenamento, a comercialização, a propaganda commercial, a utilização, a importação, a exportação, o destino final dos resíduos e embalagens, a classificação, o controle, a inspeção e a fiscalização de agrotóxicos, seus components e afins e dá outras providências. Brasília, DF: Diário Oficial da República Federativa do Brasil.

Brasil. (1990, 19 de setembro). Lei nº 8.080, de 19 de Setembro de 1990. Dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras providências. Brasília, DF: Diário Oficial da República Federativa do Brasil.

Brasil. (2002, 8 de janeiro). Decreto nº 4.074 de 4 de Janeiro de 2002. Regulamenta a Lei no 7.802, de 11 de julho de 1989, que dispõe sobre a pesquisa, a experimentação, a produção, a embalagem e rotulagem, o transporte, o armazenamento, a comercialização, a propaganda comercial, a utilização, a importação, a exportação, o destino final dos resíduos e embalagens, o registro, a classificação, o controle, a inspeção e a fiscalização de agrotóxicos, seus componentes e afins, e dá outras providências.

Brasil. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. (2004, 7 de dezembro). Resolução RDC nº 306, de 7 de Dezembro de 2004. Dispõe sobre o Regulamento Técnico para o gerenciamento de resíduos de serviços de saúde. Brasília, DF: Diário Oficial da República Federativa do Brasil.

Brasil. (2005, 29 de abril). Resolução CONAMA nº 358 de 29 de Abril de 2005. Dispõe sobre o tratamento e a disposição final dos resíduos dos serviços de saúde e dá outras providências. Brasília, DF: Diário Oficial da República Federativa do Brasil.

Brasil. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. (2006, 11 de agosto). Resolução - RE nº 2.606, de 11 de Agosto de 2006. Dispõe sobre as diretrizes para elaboração, validação e implantação de protocolos de reprocessamento de produtos médicos e dá outras providências. Brasília, DF: Diário Oficial da República Federativa do Brasil.

Brasil. (2008). Decreto nº 6.514, de 22 de Julho de 2008. Dispõe sobre as infrações e sanções administrativas ao meio ambiente, estabelece o processo administrativo federal para apuração destas infrações, e dá outras providências. Brasília, DF: Diário Oficial da República Federativa do Brasil.

Brasil. (2010a, 2 de agosto). Lei nº 12.305 de 02 de Agosto de 2010. Institui a Política Nacional de Residuos Solidos ; altera a Lei no 9.605, de 12 de fevereiro de 1998; e dá outras providências. Brasília, DF: Diário Oficial da República Federativa do Brasil.

Brasil. (2010b, 23 de dezembro). Decreto nº 7.404, de 23 de Dezembro de 2010. Regulamenta a Lei no 12.305, de 2 de agosto de 2010, que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos, cria o Comitê Interministerial da Política Nacional de Resíduos Sólidos e o Comitê Orientador para a Implantação dos Sistemas de Logística Reversa, e dá outras providências. Brasília, DF: Diário Oficial da República Federativa do Brasil.

Ciplet, D. (2006). Na industry blowing smoke (10 reasons why gasification, pyrolysis & plasma incineration are not “green solutions”). Berkley: GAIA.

Cunha, V., & Caixeta Filho, J. V. (2002). Gerenciamento da coleta de resíduos sólidos urbanos: estruturação e aplicação de modelo não-linear de programação por metas. Gestão & Produção, 9(2), 143-161. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-530X2002000200004.

DataSUS. (2018). National Register of Health Facilities – CNES. Retrieved on April 15, 2018, from http:tabnet.datasus.gov.br/tabdata/cadernos/sc.htm

Federação Catarinense de Municípios– FECAM. (2019). Associations of Municipalities of Santa Catarina. Retrieved in 2008, April 14, from http://www.fecam.org.br/

Garcia, L. P., & Zanetti-Ramos, B. G. (2004). Health care waste management: a question of biosafety. Cadernos de Sáude Pública, 20(3), 744-752. PMid:15263985.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE. (2016). IBGE cities. Brasília: IBGE.

Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada – IPEA. (2010). Survey on payment for urban environmental services for solid waste management. Brasília: IPEA.

Mahesh Kumar, A. S., & Rajesh, A. S. (2019). A unique technique for solid waste segregation. International Journal of Trends in Scientific Research and Development, 3(5), 604-607.

Miguel, P. A. C. (2012). Research methodology in production engineering and operations management (2nd ed.). Curitiba: Manual Real.

Pereira, A. L., & Pereira, S. R. (2011). The reverse logistics chain of health service waste from public hospitals in Minas Gerais: analysis based on the concepts of the new National Policy on Urban Solid Waste. Revista Desenvolvimento e Meio Ambiente, 24(2), 185-199.

Pereira, A. L., Boechat, C. B., Tadeu, H. F. B., Silva, J. T. M., & Campos, P. M. S. (2013). Reverse logistics and sustainability. São Paulo: Cengage Learning.

Tabrizi, J. S., Rezapour, R., Saadati, M., Seifi, S., Amini, B., & Varmazyar, F. (2018). Medical waste management in community health centers. Iranian Journal of Public Health, 47(2), 286-291. PMid:29445640.

Thakur, P., Ganguly, R., & Dhulia, A. (2018). Occupational Health Hazard Exposure among municipal solid waste workers in Himachal Pradesh, India. Waste Management (New York, N.Y.), 78, 483-489. http://dx.doi.org/10.1016/j.wasman.2018.06.020. PMid:32559936.
 

617c28d7a9539526d12e25d8 gp Articles

Gest. Prod.

Share this page
Page Sections