Gestão & Produção
https://gestaoeproducao.com/article/doi/10.1590/0104-530x-2852-19
Gestão & Produção
Artigo Original

As informações do Censo da Educação Superior na implementação da gestão do conhecimento organizacional sobre evasão

The information of a Higher Education Census in the implementation of organizational knowledge management on school dropout

Ivan Londero Hoffmann; Raul Ceretta Nunes; Felipe Martins Muller

Downloads: 0
Views: 768

Resumo

Resumo A evasão no ensino superior representa uma preocupação na gestão e um campo fértil para estudos acadêmicos. No Brasil, o Ministério de Educação realiza anualmente o Censo da Educação Superior. As diferentes metodologias para o cálculo e análises de indicadores da evasão são muitas vezes consideradas imprecisas e inconsistentes, fragilizando sua importância nas estratégias e políticas públicas de controle e melhorias dos serviços educacionais no âmbito das instituições de ensino superior. Este trabalho exploratório e com abordagem quantitativa propõe uma sistematização para a análise da evasão, utilizando como fonte de dados o Censo. A análise de 2009 a 2014 demonstra que, a partir dos dados do Censo, o conhecimento organizacional pode ser extraído de forma sistemática. A metodologia proposta contribui para o alinhamento entre a tecnologia da informação com a gestão do conhecimento, sendo possível desenvolver soluções que facilitem e organizem o compartilhamento de ideias, boas práticas e dados que podem ser transformados do estado implícito para o explícito, contribuindo na tomada de decisão dos gestores e coordenadores de curso com a finalidade de controlar a evasão.

Palavras-chave

Evasão, Gestão do conhecimento, Censo da Educação Superior

Abstract

Abstract The undergraduate dropout rate is a management concern and can generate many academic studies. In Brazil, the Ministry of Education annually conducts the Census of Higher Education. The different methodologies for calculating and analyzing indicators of school dropout rate are often considered imprecise and inconsistent, weakening their importance in public policies and strategies for control and improvement of educational services within higher education institutions. This exploratory study uses a quantitative technique and presents systematization for the school dropout rate analysis, using the Census as a data source. Looking for Census from 2009 to 2014, organizational knowledge can be systematically extracted. The proposed methodology contributes to the alignment between information technology and knowledge management. It is possible to develop solutions that facilitate and organize the sharing of ideas, good practices and data that can be transformed from the implicit to the explicit state, contributing to the managers and course coordinators to control evasion.

Keywords

Evasion, Knowledge management, Census of Higher Education

Referências

Adachi A. A. C. T. Evasão e evadidos nos cursos de graduação da Universidade Federal de Minas Gerais. 2009.

Alvarenga No. R. C. D. Gestão do Conhecimento em organizações: proposta de mapeamento conceitual integrativo. 2008.

Diplomação, retenção e evasão nos cursos de graduação em instituições de ensino superior públicas. Avaliação. 1996;1(2):55-66.

Batista F. F. Modelo de gestão do conhecimento para a administração pública brasileira: como implementar a gestão do conhecimento para produzir resultados em benefício do cidadão. 2012.

Bornemann M., Sammer M. Assessment methodology to prioritize knowledge management related activities to support organizational excellence. Measuring Business Excellence. 2003;7(2):21-8.

Bose R. Knowledge management metrics. Industrial Management & Data Systems. 2004;104(6):457-68.

Oficinas de planejamento estratégico: relatório consolidado dos comitês técnicos. 2004.

Censo da Educação Superior. 2014.

Choo C. W. A organização do conhecimento: como as organizações usam a informação para criar significado, construir conhecimento e tomar decisões. 2006.

Costa P. E. C., Gouvinhas R. P. Gestão do conhecimento: quebrando o paradigma cultural para motivar o compartilhamento do conhecimento dentro das organizações. 2005.

Daft R. L. Organizações: teorias e projetos. 2002.

Dalkir K. Knowledge management in theory and practice. 2011.

Davenport T. H., Prusak L. Conhecimento empresarial: como as organizações gerenciam o seu capital intelectual. 2003.

Dias So. J. Avaliação da educação superior: avanços e riscos. EccoS. 2008;10:67-94.

Fachin G. R., Stumm J., Comarella R. L., Fialho F. A. P., Santos N. Gestão do conhecimento e a visão cognitiva dos repositórios institucionais. Perspectivas em Ciência da Informação. 2009;14(2):220-36.

Ferguson J., Huysman M., Soekijad M. Knowledge management in practice: pitfalls and potentials for development. World Development. 2010;38(12):1797-810.

Gaioso N. P. L. O fenômeno da evasão escolar na educação superior no Brasil. 2005.

Hair Jr. J., Babin B., Money A. H., Samouel P. Fundamentos de métodos de pesquisa em administração. 2005.

Jácome P. M. J., Pinheiro P. R. L., Dias G. A. Aceitação do outsourcing enquanto estratégia de gestão do conhecimento. 2011.

Karl M. W. A gestão do conhecimento na administração pública. Jornal da Gestão do Conhecimento. 2002;6(3):224-39.

Leite F. C. L. Comunicação científica e gestão do conhecimento: enlaces conceituais para a fundamentação da gestão do conhecimento científico no contexto de universidades. Revista TransInformação. 2007;2(19):139-51.

Leite F. C. L., Costa S. M. S. Gestão do conhecimento científico: proposta de um modelo conceitual com base em processos de comunicação científica. Perspectivas em Ciência da Informação. 2007;36(1):92-107.

Lobo M. B. C. M. Panorama da evasão no ensino superior brasileiro: aspectos gerais das causas e soluções. 2012.

Lucch M., Bianco M. F., Lourenção P. T. M. Work in multidisciplinary teams: a study about mobilization of knowledge and learning in an organization of complex products. Brazilian Administration Review. 2011;8(3):305-28.

Neri M. C. Motivos da evasão escolar. 2009.

Nonaka I., Takeuchi H. Criação do conhecimento na empresa: como as empresas japonesas geram a dinâmica da inovação. 1997.

Nonaka I., Takeuchi H. Gestão do conhecimento. 2008.

Nunes R. C., Marcuzzo M. M. V., Hoffmann I. L. Conhecimento organizacional sobre evasão a partir do modelo de dados do PingIFES. 2013.

Oliveira F. B. Desafios da educação: contribuições estratégicas para o ensino superior. 2009.

Polydoro S. A. J. O trancamento de matrícula na trajetória acadêmica do universitário: condições de saída e retorno à instituição. 2000.

Richardson R. J. Pesquisa social: métodos e técnicas. 2007.

Silva Fo. R. L. L., Motejunas P. R., Hipolito O., Lobo M. B. C. M. A evasão no ensino superior brasileiro. Cadernos de Pesquisa Fundação Carlos Chagas. 2007;37(132):641-59.

Terra J. C. C. Gestão do conhecimento o grande desafio empresarial: uma abordagem baseada no aprendizado e na criatividade. 2005.

Tigrinho L. M. V. Evasão escolar nas instituições de ensino superior. Revista Gestão Universitária. 2008;173:1-14.

Tinto V. Dropout from higher education: a theoretical synthesis of recent research. Review of Educational Research. 1975;45(1):89-125.

Yin R. Estudo de caso: planejamento e métodos. 2010.

5def95a00e8825b237b5f734 gp Articles
Links & Downloads

Gest. Prod.

Share this page
Page Sections